Header Ads

“Mulher-Maravilha” foi banido no Líbano porque Gal Gadot é israelense

O Líbano baniu a estreia de “Mulher-Maravilha” por conta da nacionalidade da Gal Gadot. A atriz é israelense e o país está em guerra com Israel. Essa foi a justificativa para a produção não ser exibida nos cinemas libaneses, segundo a Variety.

A proibição veio do grupo “Campanha para Boicotar Apoiadores de Israel-Líbano”, que estava tentando impedir o lançamento do filme desde o começa da semana.

Eles pressionaram o governo com o fundamento de que a atriz é uma defensora das políticas militares de Israel, sendo contra a Faixa de Gaza, região da Palestina administrada pelo grupo militante Hamas.

O Líbano está em guerra com Israel e por conta disso eles boicotam produtos vindos do país, e proíbem cidadãos libaneses de viajar para Israel ou ter contato com pessoas de lá.

Até ontem (30), o governo não tinha se pronunciado sobre a decisão de exibir o filme. Só nessa quarta-feira (31), o anúncio da proibição foi feito nas redes sociais do Grand Cinemas do Líbano.

Uma pena que o filme não vá estrear por no Líbano, vão perder um filmão. Aqui no Brasil, “Mulher-Maravilha” estreia amanhã, dia 1. Você já viu nossa opinião sobre a produção?

O post “Mulher-Maravilha” foi banido no Líbano porque Gal Gadot é israelense apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.