Header Ads

10 leituras obrigatórias de vestibular que parecem chatas, mas não são

 (Foto: Pixabay)

 

Quando o assunto é literatura brasileira muita gente tem medo ou preconceito, porque acha chato ou difícil demais de entender. Por isso, a GALILEU, com ajuda de seus conselheiros — um grupo de leitores antenados que avalia e torna a revista melhor a cada mês — fez uma lista de clássicos brasileiros que aparecem em muitos vestibulares por aí e que a primeira vista podem parecer chatos, mas não são.

Quem sabe depois dessa lista você dá uma chance para alguns escritores consagrados? Confira:

Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis (312 páginas, Editora Ateliê, R$ 30)
É difícil pensar em literatura e não pensar em Machado de Assis. Considerado um dos maiores autores brasileiros, seus livros podem parecer difíceis de ler, o que não é o caso de Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Cheio de ironia e bom humor, o livro que conta a história de Brás Cubas (um defunto autor, não um autor defunto!) e faz um retrato do Brasil na época do Imperador de forma dinâmica e divertida. Além disso, o estilo de Machado faz com que a narrativa não fique parada, o que dá mais vontade ainda de ler.

Capitães da Areia, de Jorge Amado (288 páginas, Companhia das Letras, R$ 37,84)
A história dos jovens que vivem em um trapiche abandonado retrata a Bahia do século 20 de forma dinâmica, realista e divertida. Não é à toa que ele sempre fica entre os preferidos dos jovens em época de vestibular.

O enredo que conta com personagens marcantes como Pedro Bala, Dora, Sem Pernas e Gato conquista logo nos primeiros capítulos e entretém, fazendo com que o leitor se dê conta de seu aspecto político e social só ao fim da leitura.

A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo (168 páginas, Editora Ática, R$ 37,90)
O livro é engraçado e a narrativa envolve o amor desde o início. Misturando romance, costumes da época e um pouco de imaginação, a história da vida da Moreninha passa rápido e dá vontade de reler assim que a leitura termina.

Leia também:
+ 10 livros clássicos para ler em um dia
+ 11 livros para mudar sua vida

Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna (192 páginas, Editora Nova Fronteira, R$ 35,47)
O texto de teatro já foi encenado inúmeras vezes e já conquistou leitores por todo Brasil. A história de João Grilo e Chicó conta de forma engraçada a vida no Nordeste brasileiro, incluindo tradições religiosas e crendices populares. O livro é rápido e fácil de ler, mas dá margem para diversas interpretações e reflexões acerca dos personagens e do Brasil da época (anos 1950) e atual.

Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues (71 páginas, Editora Desiderata, R$ 54,90)
A obra de Nelson Rodrigues revolucionou o teatro brasileiro por apresentar em uma mesma peça três planos: o presente, os flashbacks e os delírios. Se isso já não for motivo suficiente para ler, vale lembrar que Vestido de Noiva, assim como outras obras de Nelson, é uma história cheia de reviravoltas e descobertas chocantes, que abalam o leitor e o fazem terminar a leitura com gostinho de quero mais.

Antes do Baile Verde, de Lygia Fagundes Telles (208 páginas, Companhia das Letras, R$ 42,87)
Este livro reúne uma série de contos cativantes e é perfeito para quem quer começar a conhecer a obra da autora. O clima de suspense e mistério permeia quase todo o livro. Destaque para os contos "A Janela", "Venha Ver o Pôr do Sol" e "Antes do Baile Verde", que dá nome à coletânea.

Caminhos Cruzados, de Erico Verissimo (368 páginas, Companhia de Bolso, R$ 24,97)
Caminhos Cruzados conta a história de várias famílias: o interessante do livro é, justamente, como a trajetória dos personagens se cruza em meio ao crescimento de Porto Alegre no começo do século 20.

Na obra, o autor relata a dureza da vida de pobres e ricos, homens e mulheres, e fala de forma delicada sobre como cada uma dessas pessoas vê e afeta a própria vida e a do próximo.

Laços de família, de Clarice Lispector (136 páginas, Editora Rocco, R$ 18,96)
A coletânea de contos da autora ucraniana naturalizada brasileira fala sobre família. Na obra, Clarice Lispector explora as diferentes formas nas quais as relações familiares ao mesmo tempo que protegem, podem aprisionar. 

Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida (220 páginas, Editora L&PM Pocket, R$ 18,90)
O bem humorado (e único) romance de Manuel Antônio de Almeida conta a história de Leonardo, “filho de uma pisadela e um beliscão”. A vida do garoto é cheia de acontecimentos e é zero politicamente correta. O livro também conta com vários outros personagens marcantes, como o padre e a Cigana, que dão o que falar.

Sentimento do Mundo, de Carlos Drummond de Andrade (80 páginas, Companhia das Letras, R$ 33,92)
A coletânea de poemas de Drummond pode até parecer complicada e chata em uma primeira leitura, mas ao reler os textos a profundidade e a sensibilidade da obra arrebatam o leitor. É uma boa pedida para quem quer conhecer este poeta consagrado — ou para quem quer descobrir o gênero literário.

Leia mais:
+ 11 curiosidades sobre Machado de Assis
+ 14 livros de escritoras brasileiras contemporâneas que você deve ler

*Com supervisão de Isabela Moreira

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.