Header Ads

Arya Stark: tudo sobre a personagem de 'Game of Thrones'

Arya Stark: a guerreira de 'Game of Thrones' de a volta por Westeros em busca de abrigo e justiça (Foto: Divulgação )

 

Pode-se dizer que poucas pessoas têm sorte em Game of Thrones. Arya Stark com certeza não é uma delas. A filha de Eddard e Catelyn Stark perdeu tudo o que tinha depois do assassinato do pai — incluindo a visão — mas não desiste de continuar lutando. A exemplo do irmão bastardo Jon Snow, de quem a garota ganhou a fiel espada Agulha, Arya busca reaver seus dias de glória.

Separada dos parentes desde a primeira temporada da série, a garota é do tipo que acha que vingança é um prato que se come na temperatura do inverno: para se vingar de todos aqueles que desgraçaram sua família, ela criou uma lista mental com os responsáveis pelos seus infortúnios — e vai atrás de um por um, mesmo que isso leve oito temporadas.

Como não é boba, a pequena guerreira buscou se profissionalizar. Com a ajuda de Jaqen H’ghar, membro de uma ordem composta por misteriosos assassinos capazes de mudar de aparência, ela recebeu treinamento a fim de se tornar um dos Homens Sem Rosto de Bravos. Mas o sangue Stark falou mais alto e ela resolveu seguir seu próprio caminho.

O preço a ser pago 
Sim, Arya é uma lutadora. Mas o preço pago por isso é a sua própria inocência. No livro Além da Muralha (Ed. Leya), a escritora Caroline Spector fala sobre a mudança de identidade tanto de Arya quanto de sua irmã Sansa ao longo da trama.

“O gênero feminino faz com que suas identidades dependam largamente do poder masculino — a posição, a posse de terras e a riqueza de seus pais ou maridos. Tire isso e elas se tornam, na essência, ninguém, pessoa alguma. Disfarces são essenciais para uma jovem mulher em constante risco de ser presa, estuprada ou morta — especialmente se ela tiver alguma utilidade como peça política. Mas um disfarce também pode ser uma ferramenta com a qual uma personagem pode se refazer.”

Os fãs acompanharam estas mudanças quando a personagem cortou o cabelo e se tornou um "menino" e quando abdicou de qualquer identidade ao lado de Jaqen.

Como lembra Spector, Arya se mostra magistral quando precisa explorar o poder, mas “o custo emocional de lutar por cada migalha dele é bastante alto”. Para a escritora, a personagem se curva, mas não quebra, e prova que todos aqueles que têm o poder negado podem, em caso de necessidade, desenvolver meios pela sobrevivência.

 (Foto: Reprodução)

 


Teorias e mais teorias
Na série literária As Crônicas de Gelo e Fogo, Arya é a única personagem que tem pelo menos um capítulo mostrando seu ponto de vista em todos os livros escritos por George R. R. Martin. Mas a TV já ultrapassou os livros neste ponto, dando margem a inúmeras teorias.

No fim da sétima temporada, Arya é esfaqueada pela Criança Abandonada, em represália ao fato de não ter cumprido as ordens de Jaqen. Mas sobrevive. Os fãs do reddit não tardaram em arriscar: Arya e a Criança Abandonada são a mesma pessoa — o que é bem possível uma vez que as duas personagens só interagem com Jaqen e a Criança Abandonada sempre sabe onde Arya está.

"Arya está sofrendo algum tipo de crise de identidade. A água que ela foi forçada a beber ao chegar na Casa do Preto e Branco a deixou assim", explica o usuário. "A Criança Abandonada não é ninguém. A sua única missão é matar Arya, a Arya interior, e uma nunca pode ser a outra."

Outro fato que não passou despercebido pelos fãs e que permanece sem resposta é o encontro entre Arya e Melisandre, na terceira temporada. Na cena, a Mulher Vermelha, Melisandre, fala que vê a escuridão em Arya e que elas se encontrarão novamente.

A INTERAÇÃO ENTRE ARYA E A SACERDOTISA DEIXOU ABERTURA PARA NOVOS ACONTECIMENTOS (Foto: Reprodução/ Reddit)

 


Em uma entrevista ao Vulture, a atriz Maisie Williams afirmou: “Acho que Arya iria amar matar Melisandre. Seria um fim ótimo para ela. Para a Arya até que ela não é tão má, mas para os outros”.

Por ser uma das personagens mais resistentes da história, que sobrevive graças a sua coragem e inteligência, a pequena guerreira serve de inspiração para muitos fãs. Não à toa cada vez mais bebês recebem seu nome, que está em uma alta inédita no mundo todo. O número de registros de Aryas e Arias subiu 800% em 2016, mostrando que uma Arya só nunca é o bastante.

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.