Header Ads

#Luneta 50: Estudo sugere existência do Planeta Dez no Sistema Solar

Concepção artística mostra o hipotético, misterioso e congelante Planeta Dez (Foto: reprodução)

Você já deve ter ouvido falar no tal do Planeta Nove: um mundo gigantesco, quatro vezes maior que a Terra e com dez vezes a sua massa, que os astrônomos acreditam existir nos confins do Sistema Solar. Mas quão longe, exatamente? Bem, se alguém pudesse pilotar uma nave espacial até o Sol, seria preciso multiplicar a quilometragem rodada por 700 para percorrer a distância que no separa do Planeta Nove.

Leia também
#Luneta 49: Astrônomos flagram estrela gigante virando buraco negro

Só que, muito antes de chegar lá, esse intrépido viajante espacial esbarraria em um outro membro planetário misterioso de nossas redondezas cósmicas — o Planeta Dez. É o que sugere um novo estudo realizado por dois astrônomos da Universidade do Arizona, Kathryn Volk e Renu Malhotra, que foi aceito para publicação no The Astronomical Journal.

Marte no Cinturão de Kuiper
Analisando as órbitas de objetos que ficam muito além de Netuno, o último dos gigantes gasosos (conhecidos), os pesquisadores identificaram um padrão esquisito nos corpos localizados a mais de 50 unidades astronômicas, ou UA (uma UA equivale à distância Terra-Sol): eles orbitam em uma inclinação que difere em média 8 graus das previsões. Ou seja, deve haver ali um objeto de grandes proporções cuja gravidade está interagindo com os corpos analisados e desviando suas trajetórias.

Volk e Malhotra estimam que o Planeta Dez teria massa parecida com a de Marte. As evidências que os astrônomos Mike Brown e Konstantin Batygin, do Caltech, utilizaram para teorizar a existência do Planeta Nove são bem parecidas: elas também surgiram do estudo de órbitas no longínquo Cinturão de Kuiper — o grande repositório de cometas e de pequenos mundos congelados onde fica Plutão.

Essa região ainda é tão pouco compreendida que os pesquisadores não descartam a possibilidade de que existam ainda mais planetas escondidos por ali. Confira outras informações sobre essa pesquisa no Luneta Live* desta semana, que discute também: o estudo em que astrônomos da USP decifraram os ventos dos buracos negros, o anúncio da Agência Espacial Europeia de um observatório espacial de ondas gravitacionais e o lançamento de um sanduíche de frango ao espaço pela rede de fast-food KFC.

Assista abaixo!

*O Luneta Live é transmitido ao vivo todas as sextas na página da Revista Galileu no Facebook. O programa vai ao ar às 17h para comentar as notícias astronômicas mais interessantes da semana, com análises sobre as histórias espaciais que viraram manchete no mundo todo. Acompanhe a seção também nas edições impressas da revista para ficar por dentro das principais novidades da astronomia e da exploração espacial!

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.