Header Ads

Overclockers usam hélio líquido para levar novo processador da Intel a 7,5 GHz

A Intel anunciou na feira Computex um processador para desktops da geração Kaby Lake que roda a 4,3 GHz. Uma equipe de overclockers resolveu fazê-lo atingir 7,5 GHz com a ajuda de hélio líquido.

Os panos azuis servem para evitar que água líquida, condensada devido às baixas temperaturas, escorra para a placa-mãe.

O processo está longe de ser algo que você poderia copiar em casa. Antes de tudo, é preciso usar uma ferramenta para abrir a tampa do processador, e aplicar pasta térmica. Depois, encaixa-se um recipiente de metal que faz contato direto com o CPU — um Core i7-7740K.

Antes do hélio, a equipe — composta por engenheiros da Asus e por overclockers profissionais — precisou usar nitrogênio líquido. Com o processador funcionando, eles fazem a temperatura cair até o ponto de ebulição do nitrogênio, cerca de -196°C. Para isso, basta ir acrescentando a substância em formato líquido no recipiente acima do CPU.

Quando o nitrogênio começa a borbulhar, é hora de fazer overclocking aumentando a tensão e o multiplicador do CPU (em relação ao clock básico de 100 MHz). Em alguns momentos, é preciso usar um maçarico para aumentar um pouco a temperatura e reiniciar o PC, caso o sistema fique instável. Com isso, a equipe conseguiu chegar a 7,1 GHz.

Aqui entra o hélio líquido. Ele é aplicado diretamente no recipiente acima do CPU, e faz a temperatura cair para cerca de -250°C, permitindo aumentar ainda mais o multiplicador e a tensão. Assim, a equipe chegou aos 7,5 GHz.

Eles conseguiram bater um recorde, mas numa categoria bem específica: em processadores da Intel com quatro núcleos. O recorde geral ainda pertence ao AMD FX-8350, que foi levado a 8,8 GHz em 2012.

O responsável pela equipe, o engenheiro mecatrônico Roman Hartung — conhecido como “der8auer” — realiza overclockings há dez anos. Ele explica em vídeo que o hélio é muito caro: enquanto o nitrogênio líquido custa entre US$ 0,35 a US$ 0,55 por litro, o hélio sai por US$ 45/l — e é preciso usar de trezentos a quinhentos litros em apenas uma sessão de overclocking.

Mas, para essa demonstração em especial, dinheiro não foi problema: ela serviu para divulgar o novo processador, aliado à placa-mãe Gigabyte HiCookie com a plataforma Intel X299.

Com informações: TrustedReviews, ExtremeTech, OverClocking-TV.

Overclockers usam hélio líquido para levar novo processador da Intel a 7,5 GHz

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.