Header Ads

22 mil pessoas aceitaram limpar banheiros em troca de wi-fi grátis

 (Foto: Pixabay)

 

Cerca de 22 mil receberam wi-fi de graça em troca de mil horas de trabalho voluntário, limpando banheiros, raspando chiclete das ruas e "aliviando manualmente os bloqueios de esgoto". O problema? Elas não sabiam disso. O acordo estava na parte de "termos e condições de uso" de uma empresa que fornece Wi-Fi na Inglaterra, a Purple.

O objetivo da ação era chamar atenção da população para a importância de ler contratos antes de aceitá-los, mesmo na internet. A empresa ainda oferecia um prêmio para quem lesse certa parte do documento, mas apenas uma pessoa reivindicou o bônus.

O fato de que as pessoas fariam qualquer coisa por internet de graça, entretanto, não é novidade. Em 2014 uma outra empresa britânica, a F-Secure, colocou em seu contrato que quem o aceitasse cederia para a empresa seu primeiro filho. Resultado? Seis pessoas aceitaram as condições mesmo assim.

Na época a F-Secure apontou que "mesmo os termos e condições sendo juridicamente vinculativos, é contrário à política pública vender filhos em troca de serviços gratuitos, de modo que a cláusula não seria executória em tribunal".

Contudo, o quanto os "termos e condições" são aplicáveis aos cidadãos é questionável, já que não há negociação e só a opção de aceitá-los ou não.

(Com informações de The Guardian.)

Leia mais:
Japoneses criam robô fofo para ajudar astronautas no espaço
Guia ninja para economizar o pacote dados do celular

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.