Header Ads

Físico cria modelo para prever quem vai morrer em Game of Thrones

Até os físicos e PhDs em Ciência das Redes param durante os domingos à noite para assistir Game of Thrones. Fã da série, o pesquisador húngaro Milán Janosov notou que, no mundo criado por George R. R. Martin, status social e aliados fiéis são fatores muito importantes. Ou seja: é um mundo de redes (sociais) complexas – tema no qual Janosov é especialista.

Foi assim que ele começou a se dedicar a um modelo que mede as relações entre os personagens da série para prever quem tem as maiores chances de morrer nas duas últimas temporadas do programa.

O Grande Mapa of Thrones

Se é difícil conseguir lembrar de todos os personagens, imagine mapear as relações entre eles. A grande rede de Game of Thrones criada por Janosov tem mais de 400 personagens e leva em conta mais de 3 mil interações entre eles. A rede, resumida, ficou assim (clique para ampliar):

Os personagens aparecem como nós coloridos de acordo com suas casas, e são conectados uns aos outros cada vez que interagem em cena. Uma conexão mais forte e colorida representa mais interações e um relacionamento mais forte. Foram 600 cenas analisadas, com base nas legendas disponíveis no site Genius (faltaram só algumas cenas da segunda e terceira temporadas).

Só esse “mapa de relações” já relata alguns fatores interessantes. Lannisters e Starks estão bem no centro da rede social Game of Throniana. Daenerys estaria totalmente desconectada do centro social dos Sete Reinos não fosse por Tyrion, sua principal conexão. Jon Snow também tem sua própria comunidadezinha isolada. Seria um sinal?

O segundo passo da pesquisa foi escrever, matematicamente, como são essas relações. Um personagem pode ter muitas conexões, mas todas fracas, ou menos conexões, mas muito fortes (olá, Arya). Seu núcleo também pode ser muito próximo (com os amigos também conectados entre si) ou espalhado. Por fim, Janosov mediu o quanto um personagem serve como ponte entre outros dois que não têm contato direto.

Top 5 de personagens que vão morrer

Mas e aí, como tudo isso afeta a chance do seu personagem favorito falecer? Jasonov precisou perguntar a algoritmos de inteligência artificial.

Ele apresentou todos os dados sobre os 94 principais personagens da série (sim, tem tudo isso!). 61 deles já estão mortos. O cientista pediu, então, que o computador tentasse adivinhar quem tinha sobrevivido, com base na sua posição no mapa social. A ideia era descobrir o que é que as pessoas mortas tinham em comum – e que pessoas vivas compartilham dessas características.

Os resultados chegaram a um ranking surpreendente:

1) Tyene Sand
Chance de morrer: 95%
Margem de erro: 4%
Curiosamente, os cálculos foram feitos antes do último episódio, em que a filha de Oberyn e Ellaria foi sequestrada junto à mãe, conferindo uma certa credibilidade ao modelo do cientista.

2) Daenerys Targaryen
Chance de morrer: 91%
Margem de erro: 5%
Pode ser difícil de engolir que Dany, uma favorita dos fãs desde o início, tenha chegado tão longe para morrer na praia. Mas não são poucas as teorias que dizem ser assim que ela vai terminar.

3) Verme Cinzento
Chance de morrer: 90%
Margem de erro: 5%
Depois de finalmente ter um momento de felicidade, os números dizem que a vida útil do personagem está acabando – e a narrativa pode confirmar isso na futura batalha pelo Rochedo Casterly.

4) Robin Arryn
Chance de morrer: 90%
Margem de erro: 6%
O primo de Sansa Stark pode estar com os dias contados. Quem sabe sua paixão pela Porta da Lua renda resultados pouco proveitosos…

5) Podrick
Chance de morrer: 88%
Margem de erro: 6%
O pobre e inocente escudeiro da Brienne não aparece tanto há algumas temporadas, mas a inteligência artificial foi bastante cruel com ele.

O que todos esses personagens têm em comum? Eles têm poucas conexões, seus grupos são muito fechados entre si e eles não são pontes entre personagens, pelo menos até a sexta temporada. E a única pessoa com potencial de mudar isso é Dany.

Outros favoritos do público parecem estar relativamente a salvo: Tyrion Lannister (protegido por ser ponte, aparentemente) fica com 52% de chance de partir. Bran e Sansa Stark, 64% e 59%, respectivamente. Jon Snow tem apenas 45% de probabilidade de morrer novamente. O campeão de sobrevivência seria Theon Greyjoy, o grande covarde, com 5% de chance de ser morto.

Quando o modelo errou

Mesmo um mapa tão meticuloso não é infalível – exatamente porque Martin gosta de quebrar expectativas, e os produtores do show seguem esse princípio. Margaery Tyrell, por exemplo, foi uma morte que o computador sempre errava na fase de treinamento. Ela era tão socialmente equipada que não fazia sentido apostar na sua morte. Outra que parecia fora de risco era Obaria Sand, com só 25% de chance de morte, que não resistiu à fúria de Euron Greyjoy no último domingo.

Mesmo assim, não dá para ignorar o mérito (e a dedicação!) do modelo de Janosov, que você pode conferir em sua totalidade no site do Centro de Ciências das Redes.

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.