Header Ads

Jovem cria projeto para ensinar inglês para mulheres de comunidade em SP

Amanda Areias, idealizadora do projeto 'Voice - inglês para elas' (Foto: Reprodução/ Facebook )

 

Empoderamento e confiança. Essas são as palavras que a designer gráfica Amanda Areias, 23 anos, usa para descrever o objetivo do projeto 'Voice - inglês para elas'. A iniciativa consiste em promover aulas gratuitas de inglês para mulheres a partir de 14 anos e que não tenham condições de pagar por um curso privado. 

As lições serão ministradas na comunidade Jardim Colombo, próximo a Paraisópolis, na zona sul paulistana. No entanto, mulheres de qualquer região da grande São Paulo podem participar. 

Os encontros irão acontecer durante dez domingos, das 16h às 19h. O primeiro ocorrerá em 30 de julho e as inscrições poderão ser realizadas até dia 26 de julho, na Rua Clemente Brenne, 857 (sede do Projeto Viver). Quem perder esse prazo poderá fazer o cadastro no próprio dia 30, das 15h às 16h — antes da aula inaugural. 

Não há limite de vagas porque as classes serão divididas de acordo com a quantidade de matrículas. Serão formadas três turmas, sendo que cada uma terá um nível de "dificuldade" do idioma. As participantes também serão separadas por idade. 

Veja mais informações sobre o curso aqui.

Leia também: 
+ Projeto luta para a inclusão de mulheres negras em áreas da tecnologia
+ Professor usa Harry Potter para ensinar inglês aos alunos

Voz feminina
Amanda Areias decidiu fundar o Voice após ministrar aulas de inglês em uma ONG. Além da questão da força feminina, ela acredita que o idioma e as qualificações que ele traz sejam formas de acabar com a desigualdade de gênero no mercado de trabalho. "É um diferencial e hoje em dia chega a ser obrigatório em várias empresas", afirma ela em entrevista à GALILEU.

A primeira etapa do projeto aconteceu em fevereiro deste ano e contou com 40 alunas. No entanto, a frequência foi diminuindo e apenas sete concluíram. "Por ser de graça, tem muita gente que desiste", lamenta. "Mas agora queremos diminuir essa taxa de desistência."

We Can Do it! 
Para concretizar o Voice, Areias conta com a ajuda de mais 27 voluntários — homens e mulheres — que se dividem para criar todo o conteúdo e materiais das aulas. 

Além disso, o espaço na comunidade Jardim Colombo foi cedido por uma instituição da prefeitura que funciona como uma escola de reforço para crianças e jovens da região.

Como o projeto demanda recursos, foi criada uma campanha de financiamento coletivo para o Voice pela plataforma Abacashi. As contribuições podem ser de qualquer valor e serão revertidas para a produção de apostilas, materiais escolares e lanchinhos para as alunas. Você pode ajudar por aqui

*Com supervisão de Isabela Moreira

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.