Header Ads

Neil deGrasse Tyson está criando um game com George R. R. Martin

A noite é escura e cheia de perigos – o universo, então, nem se fala. É exatamente por isso que o astrofísico mais pop da atualidade, Neil deGrasse Tyson, está convocando cientistas, artistas e autores para ajudá-lo a imaginar como funcionam as coisas fora da Terra. Entre os convidados, ninguém menos que o homem mais temido dos Sete Reinos: George R. R. Martin, o autor de Game of Thrones. Juntos eles não vão ficar presos a uma página de livro sequer. Eles vão criar um game.

O projeto se chama Space Odyssey e pode ser resumido como um jogo de videogame com duas propostas principais: 1) entreter, e 2) educar. A ideia é que utilizando apenas conceitos cientificamente sólidos os jogadores consigam criar sistemas solares, planetas e, posteriormente, vida nessas áreas. “Eu quero que entendam o que acontece se você alterar um pouquinho da gravidade de um lugar, por exemplo”, afirmou Tyson em vídeo de divulgação do projeto. O plano é que esses detalhes apareçam em questões ainda mais pontuais: “Os jogadores poderão desenvolver robôs, naves, mineração, para que possam até encontrar vida extraterrestre, e competirem com outros jogadores”, explica Mark Murphy, cocriador da produção.

Martin entra na história como parte extra da equação. Inicialmente, ele e outros grandes escritores serão convidados para usarem as ferramentas do jogo e criarem, literalmente, universos. “O que significa o inverno ter chegado? Eu penso nisso como um astrofísico: que tipo de planeta esse seria? Que tipo de órbita teria? Que tipo de estrela é essa? Claramente não é a Terra, mesmo que eles sejam todos humanos – quer dizer, exceto pelos dragões”, explica Tyson. “Senhor dos Anéis, Star Wars, Game of Thones, são todos universos incríveis. O que eu quero fazer é utilizar a ciência para possibilitar a criação de um número ainda maior deles.” Outro nome que já foi listado pela produção é Neil Gaiman, escritor de Coraline e Sandman, também um dos principais destaques da televisão mundial em 2017 pela adaptação de seu livro Deuses Americanos.

Além dos convidados estrelados, o projeto está sendo controlado por uma equipe multifacetada liderada por quatro pessoas. A primeira é o próprio Tyson, que supervisionará todo o escopo científico do game (entre os especialistas que ajudarão o físico está o astronauta Mike Massimino e a engenheira de foguetes Loretta Falcone). Outro gerente da produção é Len Wein, responsável pela história do game. Conhecido por ter criado o herói Wolverine, Wein coordenará a participação de alguns convidados, como Martin. Por fim, a dupla Cecil Kim e Justin Yun responderão pela parte gráfica do jogo. Os artistas já trabalharam em obras como Final Fantasy IX e God of War 3.

A desenvolvedora do projeto, um estúdio chamado Big Red Button, afirmou que a plataforma principal do jogo será PC, mas que haverá uma interação com smartphones envolvendo o uso de realidade virtual na jogabilidade.

O game tem previsão de lançamento para agosto de 2018, mas ainda está em estado embrionário. Na verdade, ele ainda nem tem o dinheiro todo necessário para rolar. Tyson recorreu ao crowdfunding para tentar viabilizar a ideia. O plano é arrecadar 314 mil dólares (cerca de R$ 993 mil) até o próximo sábado, 29 de julho. Se você se interessou, com 29 dólares (R$ 91) você contribui para o projeto e garante o jogo quando ele for lançado.  É o preço que se paga para conferir se, em outro planeta, seu personagem favorito de GoT ainda está vivo.

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.