Header Ads

Google Classroom ganha novidades para melhorar salas de aula virtuais

Este ano, o Google Classroom ficou mais interessante porque qualquer pessoa pode usá-lo para criar salas de aula virtuais. Você adiciona seus alunos, anexa arquivos e elabora tarefas em um local mais organizado que um grupo do Facebook, por exemplo.

A ferramenta atingiu um marco: desde seu lançamento há três anos, alunos já entregaram mais de um bilhão de tarefas. Para celebrar, o Google anunciou diversas atualizações para o Classroom.

Agora o professor pode acessar uma página dedicada para cada aluno e acompanhar seu progresso. Ela mostra o status de cada tarefa (entregue, parcial ou pendente) e permite ver quem está deixando de entregá-las.

Ficou mais fácil transferir uma turma para outro professor, em vez de recriá-la: o novo proprietário terá uma visão completa dos trabalhos anteriores, e poderá controlar os recursos armazenados no Google Drive.

Além disso, o professor também pode dar nota com pontos decimais:

Alunos e professores podem reorganizar as turmas da forma que quiserem, já que cada pessoa dá prioridade diferente a assuntos diferentes:

Há outras novidades também, como importar a nota de testes feitos no Google Forms; e aproveitar a integração do Classroom com mais parceiros educacionais — Quizizz, Edcite, Kami e Code.org.

O Classroom é aberto para qualquer usuário e não exige apps adicionais — tudo funciona a partir da web — mas o Google avisa que escolas “precisam se inscrever em uma conta gratuita do G Suite for Education”.

Com informações: Google, VentureBeat.

Google Classroom ganha novidades para melhorar salas de aula virtuais

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.