Header Ads

Quem vai salvar Westeros? Evidências de que Daenerys é Azor Ahai

Azor Ahai, o herói que afastará as trevas, o Príncipe que foi prometido. Essa profecia parece se espalhar por todas as terras e diferentes folclores do universo de Game of Thrones, de Westeros a Essos. E os fãs, é claro, tem seus preferidos.

Quem aparece como escolhido do público frequentemente é Jon Snow, o atual Rei do Norte. Além de ser o único líder que ativamente está tentando lutar contra a chegada da Longa Noite – associada pela tradição à chegada dos Caminhantes Brancos e a destruição e sofrimento dos humanos – Jon Snow se encaixa em vários detalhes da profecia.

Mas tem quem defenda que o herói prometido é uma heroína. Mais especificamente, Daenerys Targaryen. Em alto valiriano, a palavra usada na profecia não tem gênero – pode se referir a príncipe ou princesa, como já foi mencionado por Missandei nessa temporada. Vamos às evidências que dão força a essa teoria.

Em primeiro lugar, é preciso olhar para o que sabemos sobre o tal herói. Em primeiro lugar, vamos partir do princípio de que Azor Ahai e o Príncipe que foi prometido são a mesma pessoa (até porque a série presume este fato). Depois, temos as profecias. Uma bruxa teria dito a Jaeharys II, pai do Rei Louco, que o príncipe prometido nasceria da sua linhagem.

Ele nasceria, aliás, “em meio a sal e fumaça, sob uma estrela sangrenta”. Daenerys nasceu em Dragonstone, uma ilha à beira mar, durante uma baita tempestade. Tudo parece indicar que a outra parte da profecia tem interpretação mais simbólica – outras variantes falam do renascimento de Azor Ahai no fim de um longo verão, quando a Escuridão se aproxima.

Dany assume seu destino depois da morte de Khal Drogo. Ela vai até a pira onde está queimando o corpo dele com seus ovos de dragão, sem intenção nenhuma de voltar. Mas ela retorna (renasce?) em meio à fumaça. Logo depois disso, um cometa vermelho, a estrela sangrenta, surge no céu. A profecia fala ainda de “acordar dragões de pedra”, os fósseis dos ovos dos filhos de Dany. Só os dragões, em si, já foram suficiente para que, nos livros, Maester Aemon acreditasse que ela era a Princesa Prometida.

Mas a interpretação mais legal de Daenerys como Azor Ahai vem de um usuário do Reddit, mattwee. A famosa arma do herói mitológico é sua espada, Lightbringer, com a estranhíssima tradução de Luminífera. Por 30 dias e 30 noites, Azor Ahai forjou a espada, para depois vê-la quebrar ao tentar temperar o metal em água. Voltando à forja, ele preparou uma espada mais poderosa, por 50 dias. Temperou-a no coração de um leão, mas ela também quebrou. Por fim, ele só conseguiu criar sua arma divina ao forjá-la por 100 dias e, por fim, trespassá-la no coração da esposa, Nissa Nissa. O amor e a coragem da mulher teriam se fundido na espada, tornando-a a arma ideal para combater a escuridão. Tudo bastante Harry Potteresco, “a magia mais poderosa é o amor”.

E o que Daenerys tem a ver com tudo isso?

No Reddit, a teoria é que as derrotas de Daenerys confirmam que ela é Azor Ahai renascido. Seu primeiro retumbante fracasso nessa temporada foi perder a frota para Euron Greyjoy, batalha que ocorreu… na água. Logo depois, ela tenta tomar Casterly Rock, terra dos Lannisters – o próprio coração dos Leões – mas, novamente, seus esforços não dão frutos. Pode ser mera coincidência, mas não estamos acostumados a coincidências em uma série tão meticulosa.

Se temos água e leão, o próximo passo seria o sacrifício do ser amado. E aí é que a teoria do mattwee perde força. A sugestão dele é que Jorah, agora curado, vai reencontrar Daenerys e, de alguma forma, perder a vida para garantir a sua vitória.

Uma solução menos sem graça

Espera aí: dificilmente já existiu alguém mais sacrificável e disposto a se sacrificar do que Jorah Mormont. Sua presença no enredo é coadjuvante, ele tem poucas conexões com outros personagens e ele simplesmente ia gostar demais de morrer por Daenerys. A SUPER vai precisar discordar de você aqui, mattwee.

Dany vai precisar perder algo precioso para ela. E não existe nada mais precioso para uma mãe que seus filhos. Se olharmos a sequência de batalhas, temos a água, o leão e… a quase-morte de Drogon. E se, em um futuro clímax, alguém acertar o tiro no coração? Se precisássemos apostar, diríamos que a chance de Daenerys ter de sacrificar um de seus dragões pela vitória contra a Longa Noite é grande.

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.