Header Ads

Raro morcego de duas cabeças é achado por pesquisador brasileiro

Um raro morcego de duas cabeças foi encontrado por um cientista brasileiro. Marcelo Rodrigues Nogueira, pesquisador de pós-doutorado em biologia na Universidade Estadual do Norte Fluminense, analisou o corpo dos gêmeos siameses em um novo estudo.

Há apenas mais dois registros sobre o caso do animal encontrado por Nogueira, um em 1969 e outro em 2015.

(Dr. Nadja L. Pinheiro//Raro morcego de duas cabeças é achado por pesquisador brasileiro/Divulgação)

O motivo exato do animal nascer com duas cabeças é desconhecido pela ciência. A formação de gêmeos siameses se dá quando a separação acontece depois de 13 ou 15 dias após a fertilização. Gêmeos normalmente se separam em menos tempo, cerca de cinco dias.

Imagens de raio-X mostram que o morcego tinha uma coluna que se dividia em duas, como se fosse um Y. A hipótese de haver dois corações separados também é considerada.

(Laboratório de Radiografias, Divisão de Vertebrados, Museu Nacional - UFRJ//Raro morcego de duas cabeças é achado por pesquisador brasileiro/Divulgação)

O morcego de duas cabeças foi encontrado em 2001 embaixo de uma mangueira. No entanto, como eles não foram analisados logo que foram doados ao Laboratório de Mastozoologia, não se sabe se ele já nasceu morto ou se teve algum tempo de vida.

O estudo, feito por Nogueira junto a sua equipe, como as embriologistas Nadja Lima Pinheiro e Adriana Ventura da Área de Embriologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, foi publicado no periódico científico Anatomia Histologia Embryologia, em junho deste ano.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Exame.com

Nenhum comentário

-Antes de sair lembre-se de COMENTAR nós damos muito valor a opinião do leitor(você)
-Críticas e elogios serão aceitos para que possamos melhorar cada vez mais.
-Diga com suas propias palavras
-Não use palavras de baixo calão

BOM AGORA QUE JA LÊU JA PODE COMENTAR!
Diga oque voce achou dessa publicação?

Tecnologia do Blogger.